ATRAVESSAMENTOS DA AMAZÔNIA: SOBRE O CORPO E A SUBJETIVIDADE NA PRODUÇÃO DO REAL

Nome: Aline Moschen de Andrade
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 29/05/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Fabio Hebert da Silva Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Fabio Hebert da Silva Orientador
Janaína Mariano César Examinador Interno
JHONNY MENEZES ALAVAREZ Examinador Externo

Resumo: A presente dissertação é um desdobramento da pesquisa que realizei com populações ribeirinhas da Amazônia no ano de 2012. Nela, revisitaremos os diários, gravações de áudio e fotografias utilizadas como ferramentas etnográficas durante o campo de pesquisa para fazer um novo movimento de elaboração dos acontecimentos no encontro com a subjetividade ribeirinha e suas narrativas. A proposta é pensar o real como invenção, a composição de corpos coletivos e a composição de um corpo-pesquisadora. O principal referencial teórico é a concepção Bergsoniana acerca do real, uma noção de produção que guia todas as ramificações conceituais desse trabalho.
Palavras-chave: Produção do Real; Populações Ribeirinhas; Corpo e Subjetividade

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910